“A Influência do Grupo de Amigos na Vida Escolar”Por Julio Augusto Veiga/ Educador Matemática – Física

É certo que a adolescência é uma fase da vida em que as amizades e a inserção em grupos é muito importante. É saudável que isso ocorra.

Porém, o que vejo hoje em dia, são jovens cada vez mais dominados pelas idéias passadas pelo grupo e com muito pouca personalidade própria. Toda essa alegria de estar enturmado e inserido num grupo, pode e muito atrapalhar os estudos.

Numa época em que ainda se está construindo uma identidade, alguns estudantes podem ser levados pelo grupo a acreditar de que devem aproveitar a vida, que tudo passa muito rápido e com isso os estudos vão ficando cada vez mais de lado.

Já presenciei casos em que certos alunos eram muito inteligentes e que com certeza acabariam tirando nota máxima nos exames. Entretanto, isso não acontece. Eles acabam por ter um desempenho aquém do esperado, por medo de serem considerados brilhantes, “CDFs”, “certinhos” e com isso serem excluídos do grupo a que pertencem.

Isso que relatei é mais comum do que se imagina.

Cabe aos pais estarem atentos a que grupo os filhos pertencem e o que é veiculado neles. Se são bons conceitos ou não. Se podem prejudicar o jovem ou não.

Prestem muita atenção à vida escolar deles, auxiliem quando necessário e estimulem sempre que preciso.

Não deixe que grupos prejudiquem a boa performance de seus filhos na escola. Grupos de amizades se iniciam e terminam em nossas vidas e vão mudando de acordo com nossa faixa etária. Entretanto, a vida escolar não volta. É uma só. E se queremos o sucesso de nossos filhos, devemos dar especial atenção a essa problemática.

modaestilo-1

Quer saber mais?  Clique na imagem!

Deixe uma resposta