Não tenhas medo de sentir dor! Pois é a dor que nos mostra onde precisamos nos curar! #PAPORETO com Ana Braga

A maioria de nós só admite vivenciar emoções fortes quando correntes incontroláveis de instabilidade irrompem nas nossas vidas, perturbando as rotinas. De um momento para o outro tudo se altera e o caos acorda. A dor vem ao de cima de maneiras inesperadas distorcendo o nosso comportamento, mudando as nossas palavras, moldando a nossas percepções, criando consequências, de todo, indesejadas.

Mas se a dor irromper na tua vida e te rasgar o peito, não tenhas medo.
Não transformes o teu medo em ira ou raiva. Não o transformes em frustração ou tristeza.
É verdade que é algo desafiante, desagradável e muitas vezes difícil de suportar. Porém, é mais compensador do que viver em compulsão, dependência, obsessão, insegurança, sufoco permanente, sem solução à vista esperando que o tempo melhore a vida.

Depois, quando a coragem chegar e já conseguires olhar para dentro, vê qual a nascente da tua dor. De onde vem a tua angustia, a tua duvida e incerteza?
E a tristeza, o desamor e o vazio, quem os originou?
As tuas feridas ainda estão abertas? Os teus ressentimentos ainda pulsam? E as lágrimas ainda te ajudam?

Não receies a tua dor. Acolhe-a!
Percebe que a dor que levas dentro é um grande indicador para a sanação… é a oportunidade que tens de entrar em processo de cura.
Por isso não tenhas medo de ti!

E então, já com o coração fortalecido, podes ser livre para o Novo!

modaestilo-52

 

Deixe uma resposta