Você se sente um peixe fora d’água? #PAPORETO com Ana Braga

Quando tomamos a decisão de eliminar de nossas vidas essa sensação de peixe fora d’água, observamos algumas coisas como premissas verdadeiras:
– As pessoas não conseguem preencher as nossas necessidades, o que elas podem eventualmente fazer é tornar as necessidades menos urgentes, mas isso ao longo do tempo não permanece;
– Nos relacionamentos, a única pessoa com a qual estamos lidando somos nós mesmos. A outra pessoa não faz nada além de nos revelar o que sente;
– Amamos de fato nos outros o que amamos em nós mesmos. Rejeitamos nos outros o que não gostamos em nós mesmos, mas não conseguimos enxergar;
-Todas às vezes em nossa vida que surge um sentimento intenso seja ele de revolta, de tristeza, de descontentamento, de rejeição é um sinal seguro de que estamos lidando com ele a fim de nos libertarmos. Se, porventura, resistimos ao sentimento, ele irá brigar conosco até que uma decisão seja tomada.
No momento em que tivermos dispostos a nos ver, a reconhecer o que estamos fazendo, iremos abandonar o sofrimento rapidamente.

Não pensem que seja fácil para mim .Eu também me deparo com questões que me rasgo inteira ,mas já aprendi que a sensação de peixe fora d’água significa que  estamos vivendo fora de sua frequência vibracional, que existem bloqueios que  estão levando a situações repetitivas, como se você por algum motivo ainda não tivesse aprendido a lição.

Vai a dica, observem isso em vocês e se transformem, terapias alternativas ajudam muito nessa transformação.

modaestilo-52

Quer saber mais ou contato? Clique na imagem e confira.

Um comentário em “Você se sente um peixe fora d’água? #PAPORETO com Ana Braga

  1. Tem muito tempo que aprendi sobre as “situações repetitivas” e o “sentimento peixe fora da água”, mas quando estou no meio de um furacão fica um pouco difícil lembrar desses ensinamentos… Aí vem você, ANA BRAGA, e me presenteia com esse post oportuníssimo! Grata por me ajudar a lembrar! Esse post está mara!

Deixe aqui seu comentário!