“Autoritarismo ou autoridade ? Aparência ou essência? Por Acenildes Uliani / ” O mundo de Gigi”

Há alguns anos, diante das diversas transformações culturais ocorridas, percebemos situações onde ocorre a interferência direta no seio familiar e as relações entre pais e filhos , embora mais próximas do que antigamente,faz com que os papéis sejam invertidos!Sim invertidos, vemos situações onde os filhos exercem autoridade sobre os pais e os mesmos, por diversos fatores,acabam acatando de modo que a criança entenda que esse é o comportamento “normal”.Não são autoritários como antigamente e não exercem autoridade nenhuma atualmente!

Os limites acabam sendo passados de forma branda demais e por isso se confundem!!Triste realidade!Porque regras precisam ser ensinadas e aprendidas desde cedo ou passaremos ao permissivismo…iremos daqui há alguns anos ter adultos que não sabem ouvir o não, não aceitam ideias de outros, não compartilham e não colaboram!Que sociedade será essa formada por adultos mimados??Já pensaram nisso?

Nossas crianças precisam entender que não é tudo que lhes convém, que não podem tudo e isso também é para o bem delas!Também é por amor!

Nós , pais, necessitamos parar de culpar-nos por dizer não aos nossos filhos!Eles necessitam de limites o tempo todo e nossa obrigação é direcioná-los ao caminho do bem!

E isso cansa não é mesmo?Educar é cansativo, mas necessário!Estejamos atentos aos nossos filhos, para que não desviem-se do caminho da ética, do amor e do bem; para que futuramente tornem-se adultos capazes de transformar a sociedade em que vivem num lugar onde a justiça prevaleça!

O que vemos atualmente é uma sociedade baseada em requerer os seus direitos e não cumprir os deveres, ou melhor, vemos pessoas que não posicionam-se verdadeiramente em prol do bem comum!Não opinam a fim de não comprometer-se, de manter-se no poder, no cargo, no emprego , ou seja, pessoas nada altruístas, que não sabem colocar-se no lugar do outro!Julgam mais pela aparência , do que pela essência!É isso que desejamos para nossos filhos?

Não, eu não desejo isso para minha filha!Desejo que ela seja uma cidadã íntegra e capaz de ajudar o próximo sem pré –julgamentos, de modo imparcial!Assumindo a sua parte e ajudando sempre que necessário.Se você concorda comigo, tem que colocar regras e limites no seu filho desde já, conversar, ensinar com amor para que aprenda e cresça sabendo ouvir e colaborar!A nossa sociedade clama por pessoas mais colaborativas e altruístas!

Queridos pais, nós somos os responsáveis por nossas crianças!Assuma as rédeas da educação do seu filho!Ensine-o com amor e ele aprenderá!Não delegue!Não é sendo permissivo demais que conseguirá isso!Também não é sendo autoritário o tempo todo!Saiba dosar, analise o momento, sinta e dê ao seu filho a dose certa…sim, a dose certa de presença e amor!

Durante vários momentos tivemos que interferir na educação de Gigi e continuaremos até que percebamos que ela consegue caminhar com suas próprias decisões!O ensinamento principal é :fale sempre a verdade, assuma o que é sua parte e saiba colocar-se no lugar do outro!

Percebemos que ela já posiciona-se do modo que gostamos e até comparamos com nós mesmos, quando tínhamos a idade dela!rs**Ela relata fatos do dia a dia e mostra sua impressão, ouvimos interferimos no que se faz necessário e ela nos ouve!Isso nos deixa em paz e felizes!

modaestilo (3)

3 comentários em ““Autoritarismo ou autoridade ? Aparência ou essência? Por Acenildes Uliani / ” O mundo de Gigi”

  1. Sugiro a leitura de “O Monge e o Executivo” (do consultor James C. Hunter), sobre a distinção entre poder e autoridade.

  2. Sugiro a leitura do livro “O Monge e o Executivo” (do consultor James C. Hunter), sobre a distinção entre autoridade e poder.

Deixe aqui seu comentário!