Uma Lua Crescente especial para todos que amam.Por Claudia Lazzarotto/Astróloga Kármica

A Lua Crescente do mês de Julho de 2018 entrou ontem, dia 19/07/2018, no finalzinho da tarde, acompanhando o fluxo energético deste ciclo astral!
A energia desta Lua Crescente, acerta em cheio os relacionamentos afetivos, nos trazendo ao mesmo tempo uma oportunidade de virada e solução de vínculos complicados e um alerta para que tenhamos cautela com os vínculos já estabelecidos. Pois se existem relacionamentos afetivos é porque existem sentimentos, e estes devem sempre ser maiores e mais fortes que os conflitos e diferenças. Este é o momento certo para focarmos a fundo em nossa vida amorosa ou até mesmo na ausência dela. Todos merecemos ser felizes, amar e ser amados e se isto não está acontecendo, algo não está em seu devido lugar, e sempre há o que possamos mudar, aprender e evoluir, para atingirmos esta plenitude!
O Eclipse da fase Lunar anterior, já nos direcionava aos sentimentos e à área dos relacionamentos afetivos e nesta Lua Crescente chegamos a um foco importante nesta área de nossas vidas!!
É importante sempre entendermos na Natureza e no Plano Divino nada acontece por acaso, há sempre uma lógica e uma Cadeia Universal que precisa ser respeitada. Imaginem se a cada semana houvessem saltos energéticos e quânticos radicais, ou se as estações climáticas e movimentos das marés, dos ventos, das forças da natureza e até mesmo as condições meteorológicas se atropelassem diariamente…. Se já estamos com dificuldades de acompanhar e nos alinharmos às forças da natureza e aos fluxos energéticos evolutivos da forma que são…como faríamos para acompanhar se toda esta ebulição fosse desorientada e aleatória?
Nos dias de hoje, resultando das atitudes do homem temos por exemplo o aquecimento global, dentre outros estragos, que nos trazem condições já revoltas em todos os âmbitos. Mas temos também condições das quais a humanidade não é responsável, mas que também precisa aprender a lidar com ela…como no caso de Plutão em Capricórnio que há alguns anos vem trazendo abalados sísmicos e reações radicais na natureza, ao mesmo tempo que revira tudo à nossa volta e principalmente dentro de nós.
A Lua Precisa respeitar o fluxo natural do ritmo Universal assim como todos os astros celestes, por isto, ela não pula suas fases e o movimento dos planetas segue sempre seu caminho natural, passando em todas as constelações, ou signos, um após outro, sem pular nenhum neste processo.
Abordo este assunto para esclarecer que no movimento astrológico temos fases “conceituais” a serem valorizadas. Ou seja, em função do ritmo planetário e toda a configuração astral, temos fases em que a energia favorece o foco em nosso eu interior, outras em que nos impele a ações no mundo material de forma mais prática e concreta. Em cada ciclo o foco traz um desafio, mas todos são fundamentais para nossa evolução e sempre podem e devem ser absorvidos com sabedoria!
Neste período em que Planetas tão fortes caminham no signo de Capricórnio, a tônica kármica recebe um impulso maior, que nos abre ou fecha portas e tendências conforme a configuração do restante do zodíaco.
Portanto, cabe a nós entendermos, e aproveitarmos o melhor possível do que nos traz o Cosmos, uma vez que, não há como controla-lo. E se por alguns meses, ou ciclos lunares a energia nos parece de alguma forma similar, precisamos ter a humildade de nos sabermos mínimos ante ao universo e com todo respeito sorvermos cada ínfimo fragmento do ele magnanimamente nos oferece!
Nas últimas fases lunares aliás, ele tem nos presenteado, sejamos todos gratos, porque esta fase não é longa e muito menos eterna. É sim, pequena, porém grande oportunidade, de nos prepararmos para o que está por vir. E vale lembrar que, este preparo nos será de grande valia, ou até mesmo se não ocorrer nos fará muita falta seguramente.
Contudo, peço desculpas, se estou sendo repetitiva, mas olharmos para o mundo a partir de nosso Eu Interior é absolutamente prioritário nesta travessia. Porque só o amor liberta e constrói, mas desta parte nós já sabemos, ou pelo menos, já deveríamos saber!!!
Por isto, permitam-se olhar com o coração, pensar com o coração e obviamente sentir com o coração!! Por que nem sempre o óbvio é fácil e quase nunca o óbvio é simples!! Cabe a cada um de nós simplifica-lo e o coração faz esta mágica como ninguém!! Para amar basta amar, nada mais do que isto!!

modaestilo3-1
Eu Sou Claudia Lazzarotto – Astróloga Kármica.

Deixe uma resposta