“Você acredita em quê?”A diversidade na religiosidade!Por Acenildes Uliani/ em O mundo da Gigi”

 

Como é maravilhoso conviver com crianças não é mesmo?Amor explícito!Amor de verdade!

Vamos refletir um pouco sobre a vida?

Quando eram crianças, seus pais falavam de Deus com vocês?Conversavam sobre aquilo que não vemos, mas sentimos e acreditamos?

Independente da sua crença, que valores passam aos seus filhos?A diversidade é algo real na sociedade, seja ela religiosa ou não.Nosso dia a dia tem muitas riquezas a serem observadas, apreciadas e vividas.Devemos respeitar as pessoas que seguem uma religião diferente da nossa.Temos muito a agradecer e precisamos passar esse sentimento de gratitude às nossas crianças, afinal , independente do sexo, credo ou idade , a religiosidade é o que realmente liga os seres humanos ao Criador.

A vida é um presente maravilhoso que Deus nos deu!Saibamos ser gratos pois o universo conspira a nosso favor.

Ilustro este texto com uma lembrança de minha filha Giovana, com quase 7 anos:

Todos os domingos vamos à missa no nosso colégio e Gigi, sempre muito atenta e observadora, ouve umas palmas, aplausos muito altos!Apesar de sempre realizarmos este percurso à pé, nunca ouvimos tantas palmas!Observamos uma igreja do outro lado da rua, de

uma religião diferente da nossa e curiosa , Gigi me perguntou:

– O que é aí mamãe?

-É uma igreja filha!

-Nossa mãe…eu não tinha percebido!

E continuamos nosso caminho e de repente Gigi diz bem feliz:

– Que legal néh mãe, passamos bem na hora em que eles coroavam Nossa Senhora!Por isso as palmas mãe!Eram para a mamãe de Jesus!

Que legal?E agora?Como explico , pensei com meus botões!

Embora ela tivesse falado com uma convicção enorme que eles coroavam Maria e eu pudesse dar por encerrado o assunto, pensei e nem consegui falar nada por alguns segundos, pensava em como deveria intervir e ensinar sobre a diversidade religiosa naquele momento.Mas respirei fundo, “segurei” nas mãos de Deus e novamente optei pela verdade, era o momento de aprender um pouquinho mais sobre diversidade :a variedade de objetos, pessoas, animais, plantas e modos de pensar que encontramos no nosso dia a dia…inclusive sobre a variedade de religiões, por que não?

Então achei por bem continuar o diálogo:

-Não Gi, eles não estavam coroando Nossa Senhora!

-Não mamãe?Então por que as palmas??-perguntou-me espantadíssima.

-Gi, coroar Nossa Senhora, é uma tradição da nossa igreja católica, as outras igrejas não coroam a mãe de Jesus, como fazemos no nosso colégio!

– Ah , tá, mas então porque bateram palmas? –perguntou novamente.

Giovana foi bastante direta nos fatos :ouviu palmas, era uma igreja, não era coroação de Nossa Senhora, então era o que??

Eu, que também sou muito direta e objetiva, me senti um pouco encurralada para explicar , mas continuei como senti que deveria e desandei a falar:

-Porque deveriam estar aplaudindo Jesus!Jesus é único em todas as igrejas!ELE é um só!E devemos respeitar todas as pessoas filha, isso é o importa!Outras igrejas pensam diferente, tem outros costumes e tradições, não coroam Nsa.Senhora filha, é isso.

– Hum…tá! –Gigi me respondeu com “carinha” desconfiada.

E continuamos nosso caminho.Aquele “hum” que ela fez, me fez sentir que faltava algo e me atrevi a perguntar:

-Entendeu Gigi?Jesus é um só!

Me olhou e disse:

-Sim mamãe, eu entendi essa parte do Jesus, mas o resto não entendi muito bem não!Aliás mamãe, eu não entendi nada! rs**

E continuou andar saltitante e feliz em direção à missa!Me deixou com “cara” de ‘ããã”.

Bem feito para mim!

Eu me antecipei em querer explicar o que ela nem perguntou e como dizem os velhos ditados: “Quem tem pressa come crú ou quente”e “Quem fala o que quer, ouve o que não quer”.Tudo no seu tempo néh?

O que realmente importa é sermos pessoas que agem com a sabedoria do Pai Celestial, não prejudicar ninguém, viver honestamente e com isso ser reconhecida por Deus , seja ELE chamado como for!ELE não faz distinção entre ninguém, sabe exatamente tudo o que precisamos e o que não precisamos!É o caminho, a verdade e a vida!Já dizia nosso querido Dom Bosco :”Tudo a seu tempo compreenderás!”

Gigi, naquele dia não entendeu o que eu quis ensinar-lhe, mas aos poucos continua pelo caminho do bem, do amor, do respeito, da amizade e isso é o que importa.Que todas nossas crianças, assim como minha Gigi, conservem a luz da inocência e façam a diferença no mundo!

Muita luz no seu caminho!O amor é a base de tudo!Até breve!

modaestilo-376

Um comentário em ““Você acredita em quê?”A diversidade na religiosidade!Por Acenildes Uliani/ em O mundo da Gigi”

Deixe uma resposta