Álbum da Copa: inúmeras possibilidades de aprendizagem e interação.Por juliana Filleti Mellega/Psicopedagoga Clínica

Mês de junho se aproximando e o cheirinho de Copa de Mundo já está no ar!!!

A garotada já está a todo vapor colecionando figurinhas e completando o álbum da copa… Este assunto é de grande valia, pois o álbum é de interesse dos “grandinhos” também. Muitos pais se realizam ao comprar as figurinhas e ver que, aos poucos, com as compras e trocas dos pacotinhos, o sonho de completa-lo vai ficando cada vez mais próximo.

Entre compras e trocas, o aprendizado da matemática vai ganhando espaço e as crianças vivenciam e experimentam diversas situações; compras, trocos, trocas, sequência numérica, memorização das sequências, escrita numérica, leitura dos nomes dos países… Enfim, um excelente recurso para todos que se envolvem; a criança, o adolescente e toda a família.

Apesar de todos os benefícios, aos poucos, alguns comportamentos vão se revelando: adultos que não deixam seus pequenos colarem as figuras no álbum porque se desesperam ao vê-las coladas fora do espaço, resumindo: adultos que não suportam vir a figurinha sendo colada de forma “torta”…

Fazendo uma analogia, vamos refletir um pouco sobre as nossas necessidades como adultos. Muitas vezes, sem perceber, valorizamos apenas aquilo que nos parece perfeito, sem erros, milimetricamente ajustado. E assim, da forma mais despretensiosa, vamos informando aos nossos pequenos que errar é algo “feio” e que, quando erramos, somos julgados, excluídos… Sei que ver a figurinha “torta” no álbum pode ser algo desconfortável, mas então precisamos nos olhar com mais cuidado e carinho, tirando de nossas costas, o peso da perfeição e transmitindo às crianças a felicidade de poder errar a aprender com os nossos erros, ou seja, a felicidade de não sermos perfeitos!!!

Assessoria e correção do texto – Luciane Maceu

modaestilo2

QUER SABER MAIS E CONTATO ?! CLIQUE NA FOTO!

Deixe uma resposta