Quero trocar o piso da minha casa, como escolher? Por Bianca Candelária/ Arquiteta

Esta é uma dúvida super recorrente. Fique tranquila, estou aqui para te ajudar.

Na hora de trocar o piso de toda a casa, a primeira coisa que fazemos é ir em uma loja de revestimentos, não é? Pois saímos de lá mais confusas do que entramos, com tantas mil opções de modelos, tipos e cores.

Bom, amigas, a primeira coisa que vocês precisam ter em mente é qual o melhor tipo de piso para cada área. Sua arquiteta te ajuda, vamos lá?

Os principais itens a considerar em cada ambiente são:

1- Qual o clima da minha cidade: frio a maior parte do ano? Quente a maior parte do ano? Inverno curto, porém muito rigoroso?

2- Qual o uso específico de cada cômodo: Por exemplo, quarto de criança pequena, bagunceira e que a todo momento cai líquido no chão?

3- Piso precisará ser lavado com água?

4- Tenho moradores alérgicos na casa?

5- Possuo animais de estimação?

6- Quanto durável precisa ser o piso?

Com esses itens respondidos vamos aos tipos de pisos mais utilizados e suas características:

Piso cerâmico: considerado piso frio é um material muito versátil, fácil manutenção e limpeza, possui diversos padrões de cores e formatos. Mas o que vocês precisam ficar atentos é ao “PEI” (coeficiente de resistência e abrasão) deles. Quanto mais alto o PEI, mais resistente é a cerâmica. PEIs mais altos são mais indicados para áreas como garagens, cozinhas, áreas de grandes circulações, e áreas onde serão propensas a sofrer mais desgaste. PEIs mais baixos podem ser utilizados em salas, quartos e ambientes de menor uso.

Outro ponto que gera muita dúvida na escolha da cerâmica são as opções de bases vermelha ou base branca. O que determina a qualidade da cerâmica não é a base, e sim todo o processo de fabricação que precisa atender a todas as normas e ser eficiente. Portanto podemos ter uma cerâmica de base vermelha de melhor qualidade do que uma branca, e vice e versa. Fique atento aos certificados de qualidade e às instruções do fabricante quanto ao uso.

Porcelanatos: são os queridinhos de todos. Também é um piso frio, muito simples de limpar e de manter. Devemos observar também a questão do PEI que citamos logo acima, vale a mesma regra. O porcelanato é um material mais moderno, possui acabamento de borda reta, o que proporcionam um aspecto mais liso na textura do piso. Com eles é possível instalar as peças com espaçamento de rejuntes bem estreitos, uma vantagem sobre a cerâmica que precisam deles um pouco mais largos. Esta característica dá aquele aspecto homogêneo ao piso, não se percebe tanto o “quadriculado” do rejunte.

Porcelanatos esmaltados são melhores para áreas molhadas (banheiros, cozinhas), pois são mais resistentes à água. Porcelanatos com acabamento brilho ajudam a refletir a luz e dar um efeito espelho. Muito cuidado ao escolher este acabamento brilhante, pois ele destaca toda e

qualquer impureza que caia no chão. Então a não ser que você se disponha a mantê-lo sempre impecavelmente limpo, escolha os acabamentos naturais ou foscos. Assim não corre o risco de ter fios de cabelos brilhantes no seu piso, rsrsr.

Carpete de madeira ou pisos laminados: (os tipos DuraFloor da vida) são considerados pisos quentes, necessitam de cuidados para a manutenção e limpeza, e não são resistentes à água. São pisos muito bonitos, possuem diversos padrões de acabamentos, formatos e cores. A particularidade deste piso é que na maioria dos casos dá para instalar sobre o piso existente sem muito trabalho. Por serem de compostos de madeira, eles são pisos mais frágeis, porém conferem muito conforto ao ambiente. Eles evitam o toc toc dos saltos pela casa, quando instalados corretamente. Fique atento às especificações do fabricante quanto à resistência. Eles se dividem basicamente em alto, médio ou baixo trafego.

Certo Bianca, mas como escolher? Se você possui crianças pequenas, animais de estimação, mora em local quente e ainda é alérgico, seu piso está entre a cerâmica e o porcelanato. Agora, se mora sozinho, é super organizada e cuidadosa, sua cidade é fria, então seu piso é o carpete de madeira para salas e quartos e cerâmica ou porcelanato para banheiros e cozinha.

Viu como é fácil? Dúvidas? Escreva aqui embaixo!! Até a próxima semana!!

modaestilo (6)

O blog logo-transparente (1)   valoriza muito seus comentários, pois assim trocamos idéias, opiniões e informações. 🙂 Adoramos suas perguntas, sua participação!

2 comentários Adicione o seu

  1. Conceição Almeida disse:

    Muito clara e objetiva a explanação. Ficou mais fácil a escolha do piso certo para cada ambiente. Parabéns

  2. CrisFerreira disse:

    Super dica Bianca adorei

Deixe uma resposta