Seu chuveiro elétrico, quando toma o banho dá choque?!!Por Bianca Candelaria /Arquiteta

Olá amigas!! Vamos falar hoje de um assunto bem sério, chuveiros elétricos!!
Ora Bianca, mas eu tenho chuveiro elétrico há anos, o que há de importante nisso?
Muito minhas amigas!!! Vocês sabiam que os chuveiros elétricos podem transferir carga elétrica e por conseguinte dar choque em quem está utilizando?
Mas como isso acontece?
Dentro do chuveiro existe uma resistência que recebe uma tensão elétrica para que com a passagem de elétrons ocorra aquecimento da água. A água dentro do chuveiro está em contato direto com esta corrente elétrica fluindo na resistência. Caso o chuveiro não possua aterramento essa corrente pode acabar passando para os metais do sistema. Ah!! Lembrando que os minerais que são parte da composição química da água, também contam como condutores de energia.
A NBR 5410, aprovada no ano de 2004, determina claramente a forma com a qual os chuveiros elétricos precisam ser instalado para não oferecerem risco ao usuário. Lembre-se que um choque de 220v não é nada agradável e pode ainda levar à óbito.

De acordo com a NBR os chuveiros precisam ser aterrados, e não estamos falando do prego na parede com o fio enrolado. Isto é nada é a mesma coisa. Aterramento é feito de diversas formas. Para facilitar, sua Arquiteta favorita te passa o link para consulta. Veja só 

Nunca instale um chuveiro sem o aterramento adequado. Se o seu imóvel for alugado e a instalação não estiver correta, exija do proprietário a adequação. Não corra este risco!!! A segurança da sua família vem em primeiro lugar. Consulte sempre um bom eletricista, que seja capacitado e atualizado com as NBRs em vigor. Se seu eletricista disser que aterramento não é importante, troque de profissional imediatamente!!
Gostou? Tem dúvidas? Pergunte, deixe seu comentário.
E até a próxima matéria!!!!
modaestilo (6)
O blog logo-transparente (1)   valoriza muito seus comentários, pois assim trocamos idéias, opiniões e informações. 🙂 Adoramos suas perguntas, sua participação!

 

Deixe uma resposta