Nas mãos com argila, a fuga do cotidiano. Por Marcia Pacetta Ordine

Ola amigos !

Li ontem uma matéria no Estadão que achei pertinente.

Diz assim:  São Paulo concentra refúgios para quem quer trocar tensão pela arte milenar da Cerâmica.

E como eu estou vivenciando isso vou falar um pouco da importância dela.

Por ser uma atividade artística ela trabalha com as mãos, de forma focada onde a pessoas descansa e desacelera desse nosso cotidiano de flash. kkk

Todo o passo a passo da cerâmica faz com que fiquemos mais tranquilos pois nada é imediato, pois tem que moldar, secar, lixar, esmaltar, e fazer duas queimas que leva oito horas cada. Não adianta ter pressa, pois o resultado depende desse passo a passo.

Uma peça do seu início até o fim do processo, leva 3 semanas para ficarem prontas e isso não quer dizer que teremos bons resultados no final.

Mas mesmo assim é muito gratificante todo esse processo.

Esse trabalho é utilizado já como terapia para ficarmos mais tranquilos e saírmos dessa roda viva ajudando a limpar a mente de tantos barulhos internos nos conduzindo à tranquilidade e bem estar e também nos ajuda a desenvolver a capacidade de lidar com nossas frustrações. Como uma peça cerâmica, nem tudo sai em nossas vidas como planejamos e isso não quer dizer que não tivemos dedicação.

Acredito que quando mexemos com argila e ficamos focados no trabalho, entramos em outra dimensão onde tudo é tranquilidade e paz.

Convido a todos a terem essa experiência; sentir o cheiro da terra molhada esquecendo de tudo e se transformando com o que você está fazendo naquele momento.

Essa minha dica de hoje. Até mais …

modaestilo

 

Deixe uma resposta